Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Booklovers

Escritores. Um projecto fotográfico de Fernando Dinis

The Booklovers

Escritores. Um projecto fotográfico de Fernando Dinis

Rui Zink

zink.jpg

 

zink5.jpg

 

zink2.jpg

zink3.jpg

zink4.jpg

Professor Auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (desde 1997), licenciou-se da mesma universidade em Estudos Portugueses (1984) e obteve os graus de mestre em Cultura e Literatura Popular (com tese sobre José Vilhena em 1989) e de doutor em Literatura Portuguesa (com uma tese sobre Banda Desenhada em 1997, sendo a primeira a ser apresentada em Portugal sobre o tema). Foi igualmente Professor do Ensino Secundário (1983-1987), Leitor de Língua Portuguesa na Universidade de Michigan (1989-1990) e Professor Convidado na Universidade de Massachussetts, Dartmouth (2009-2010).

Enquanto escritor, foi autor de várimos livros, de entre os quais, ensaios e ficção, se salientam os romances Hotel Lusitano (1987), Apocalipse Nau (1996), O Suplente (1999) e Os Surfistas (2001), e os livros de contos A Realidade Agora a Cores (1988) e Homens-Aranhas (1994) e O Anibaleitor (2006).

Colaborou ainda em jornais e revistas, entre os quais o semanário O Independente (1991) e a revista K (1992). Enquanto tradutor, traduziu obras de Matt Groening, Saul Bellow e Richard Zenith.

Rui Zink recebeu o Prémio do P.E.N. Clube Português pelo romance Dádiva Divina (2005), e representou Portugal em eventos como a Bienal de São Paulo, a Feira do Livro de Tóquio ou o Edimburgh Book Festival.

Com António Jorge Gonçalves, criou as novelas gráficas Rei e Arte Suprema.

As suas duas últimas obras são a "A Instalação do Medo" (2012) (levado aos palcos em encenação de Jorge Listopad) e, já em 2014, A Metamorfose e Outras Fermosas Morfoses.

 

© Fernando Dinis - All rights reserved